Ô abre alas: vem chegando o Festival Mutamba 2021

Mini programação do festival independente vai ao ar dia 30 de abril


A hora da volta de tudo vai chegar… Uma hora ela vem à sua maneira e condição.

Esse momento dos reencontros, de se estar entre muitos e bons para dançar juntos. O retorno (ainda longínquo) de uma ideia de vida que seja feita de mais permissão e liberdade coletiva. A realidade assustadora que bateu à nossa porta pede calma, bom senso e responsabilidade social para permanecermos em casa, em quarentena. Ficar em casa é se proteger enquanto protege muitos.


Enquanto o distanciamento social segue como medida de segurança em tempos de pandemia, o meio artístico e cultural dá seus pulos para se renovar e marcar presença - uma feliz presença em nosso cotidiano, diga-se de passagem. Artistas de todos os nichos do meio continuam nos fazendo resistir ao apresentar trabalhos e momentos das mais diversas grandezas e significados. É com essa ideia de presença que mais um festival vem dar o ar da graça nos nossos dias.


O Festival Mutamba ganha mais uma edição e vai ao ar no dia 30 de abril pelo YouTube. A iniciativa tem fomento da Lei Aldir Blanc de Goiânia e traz um dia repleto de atrações.


A primeira edição do festival foi uma ousada estreia do movimento que propõe. Foram três dias no início de junho de 2020 numa apresentação com mais de 30 atrações, mesclando shows, debates e entrevistas. Juntos, músicos, produtores e convidados discutiram sobre política, pandemia, música e variados tópicos necessários de atenção. O Mutamba foi pensado e executado pela parceria dos selos Cena Cerrado e Milo Recs.

A lineup da edição de estreia não deixou a desejar em nenhum momento. Quem acompanhou pôde curtir o som de Tatá Aeroplano, Diego Mascate e Daniel Belleza, Joe Silhueta, Pássaro Vivo, Leza, Almirante Shiva, Chelo Lion, Clube dos Bagres, Nectarina, Enzo Banzo, Justu, Sick, Lava Divers, Caffeine Lullabies, Cabra Guaraná, Fernanda Vital, Frieza e muitos outros talentos do cenário musical brasileiro. Além disso, o evento abriu um espaço para doações do público para contribuir com artistas e produtores participantes.


Neste fatídico ano de 2021 em que a rotina segue pandêmica, o Festival Mutamba movimenta o final do mês de abril com participações especiais. Com início marcado para às sete da noite do dia 30 de abril, vamos dançar na sala ao som de Mundhumano (GO), Vida Seca (GO), Urutau (MG), Ariane Santos (SP) e Cabra Guaraná (DF).


Além dos shows, um bom e bem vindo bate papo, claro, em entrevistas com a mineira Dom Capaz, o rapper DVolt, o duo Justu e a sempre frenética Almirante Shiva. A regra do #FicaEmCasa nunca valeu tanto, numa urgência gritante para que possamos presenciar a redução do número de casos de contaminação. O Mutamba vem chegando para carregar o lembrete dessa ideia, levando shows de primeira e muita conversa boa até nossas casas - e #VemVacina! Também já estamos prontos para a nossa dose quando ela chegar.


O Festival Mutamba é uma prévia virtual do que vamos poder vivenciar quando a pandemia tiver ficado para trás. A iniciativa com a reunião de artistas e bandas de diferentes lugares é um movimento em construção que contempla a base do Circuito Cerrado de Música.


O movimento pretende criar uma rede de circulação com um grande número de artistas, oferecendo os meios para as mais diversas trocas culturais entre as cidades pensadas. A mistura que o Mutamba oferece é o aperitivo de um projeto maior de conexão e alcance musical.


O festival independente com nome de fruto do cerrado é doce e vem em mais uma demonstração de seu movimento deixar um gosto bom na boca e nos dias. O encontro já tem hora e local: dia 30 de abril, às 19h. A transmissão vai acontecer pelo Cena Cerrado Brasil no YouTube. Não percam!

O Festival Mutamba vem vindo quente e espera por vocês. Como já dizia a poeta: ShowMe!