#AgendaCultural: Terreirão recebe grandes bandas no fim de semana. Confira!


Bocato, Iconili e Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, se apresentam em Uberlândia neste final de semana / Foto: divulgação

Casa da Velha Guarda Tabajara, e um dos principais e mais aconchegantes lugares pra shows em Uberlândia, o Terreirão do Samba já foi palco de shows inesquecíveis. Nomes como Julian Marley & The Wailers, Black Alien, Groudation, Francisco El Hombre, KL Jay, Forfun, Rapadura, Liniker, As Bahias e a Cozinha Mineira, Tássia Reis, entre vários outros, já botaram pra dançar nesse espaço rodeado de árvores, no coração da cidade.

Festival Ipê Amarelo & lançamento da Coletânea Cena Cerrado 2017

No sábado, acontece o primeiro Festival Ipê Amarelo, de música instrumental, que já vem com uma line pra lá de grandiosa. Pela primeira vez na cidade, nomes como Iconili (BH), Bocato (SP), Tertúlia na Lua (DF), se apresentarão ao lado das jóias Sick, Eduardo Machado Trio (SP) e Light Strucks.

Iconili (BH)

O Iconili foi criado em 2006. Na pequena orquestra, às guitarras, baixo e órgão unem-se naipes de metais e percussão. À batida do afrobeat, misturam-se o samba, o funk, o carimbó, o jazz, o rock e outra influências. O resultado é uma contemporânea e potente profusão musical, de sonoridade sofisticada e dançante, mas sem hermetismos.

Um som brasileiro, tropicalizado e internacional, que mantem suas raízes africanas e a abertura para novas experimentações

Bocato (SP)

Itacyr Bocato Jr, ou Bocato começou a carreira ainda jovem na banda de Arrigo Barnabé, que se intensificou atuando ao lado de Seu Jorge, Rita Lee, Ney Matogrosso, Roberto Carlos, Elis Regina, Carlinhos Brown, Itamar Assumpção e Vange Milliet, entre outros.

Ele vem pela primeira vez a Uberlândia pra mostrar seu novo show, que promete enlouquecer os amantes da música instrumental brasileira.

Eduardo Machado Trio (SP)

Eduardo Machado é um dos maiores baixistas do brasil. Em sua carreira, já dividiu palco com Roberto Menescal, Jair Rodrigues, Robertinho Silva, Toninho Ferragutti, Bob Wyatt, Marku Ribas, Lupa Santiago, Chuck Silverman e Filó Machado. Com a bagagem pronta, chegou a hora de construir a carreira solo. Em 2009, o baixista paulista fez a estreia com um elogiado homônimo álbum e também lançou um DVD, o qual trouxe a participação de Arthur Maia. Dois anos mais tarde, veio União, seu segundo registro de estúdio. A maré positiva finalmente o levou ao Live at the Bird’s Eye Jazz Club (2013), um retrato de uma performance intensa e eletrizante. Eduardo Machado já fez apresentações impecáveis em Uberlândia e volta para o Festival Ipê Amarelo, para alegria de todos.

Tertulia na Lua (DF)

Power trio de rock psicodélico experimental, Formada no Gama DF, cidade satélite de Brasília no ano de 2014.Com instrumentais regados a muita fritação e camadas sonoras que podem te levar a lugares jamais imaginados.

Em 2016 a banda lançou o primeiro EP “O eu além de mim” gravado na Sala fumarte por: Gustavo Halfeld, trabalho que rendeu várias críticas positivas e oportunidades de tocar em grandes festivais do país.

Sick

SICK é uma banda independente de rock instrumental situada na cidade de Uberlândia, no interior de Minas Gerais. Criada em meados de 2014, hoje é formada por Douglas Torquato (guitarra), Guilherme Levi (bateria), Lucas Vidal (guitarra) e Raphael Tx (baixo).

Em 2017 lançaram seu primeiro disco, "P/ Uso Recreativo" pelo selo paulista Sinewave Label, em parceria com a Cena Cerrado Discos. O disco recebeu excelentes críticas e consolidou a banda como uma das mais ativas do triângulo mineiro.

Light Strucks

Principal nome do surf do triângulo mineiro, o trio formado por Flavio Jordok, Gordon Rise e Chelo Lion, lançou seu primeiro álbum neste ano (em formato digital e vinil) e fez uma extensa turnê passando por mais de 28 cidades, no Brasil e no Uruguai.

O show do trio promete trazer a psicodelia do surf rock e fazer bater cabeça ao mesmo tempo.

Coletânea Cena Cerrado 2017

A coletânea Cena Cerrado 2017 será lançada oficialmente amanhã, em todas as plataformas digitais aqui pelo portal, e via Cena Cerrado Discos.

Mas a festa de lançamento será no Festival Ipê Amarelo. Mais de 16 artistas do triângulo mineiro e de outras regiões do país estarão na terceira edição da coletânea. Escute pelas plataformas digitais!

Nomes como, Black Pantera, Broken Jazz Society, Cachalote Fuzz, Canábicos, Corpos Cavernosos,

Enzo Banzo, Light Strucks, Pulmão Negro, Revolta Blues, Santa pipe, Vaine, AstralPlane (BA), Caramuru & Julião (PE), Cabra Guaraná (DF), Red Mess (PR) e Transquarto (DF) estão na coletânea.

Capa da Coletânea Cena Cerrado 2017, arte por Ilson Junior

O festival acontece através do Projeto Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC), produzido pela The Gang, e tem parceria com o Timbre Cultural, e com o Cena Cerrado. Os portões abrem as 14h da tarde os shows começarão as 15h. A entrada serão vendidas unicamente na porta, sendo $20 inteira / $10 meia. Não perca!

Velha Guarda convida Orquestra Brasileira de Música Jamaicana (SP)

Festa mais tradicional da casa, o Velha Guarda Convida é responsável por trazer o maior número de artistas para o Terreirão do Samba, e não só isso: pode colocar 90% dos shows de reggae/ska que já aconteceram na cidade, na conta deles.

Com Robson Ferraz à frente, o evento traz mais uma edição mais do que especial, com mais um show inédito: Orquestra Brasileira de Música Jamaicana!

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana (SP)

Formada em 2008 pelos músicos Sérgio Soffiatti e Felippe Pipeta, a banda surgiu com o intuito de fazer músicas jamaicanas de raiz (ska, rocksteady e early reggae).

Logo depois, resolveram passear entre a música brasileira e fazer versões enfumaçadas de músicas como "O Guarani", "Carinhoso", "País Tropical", entre outros sucessos.

Em 2015 lançou seu primeiro disco completamente autoral, e vem a Uberlândia pela primeira vez neste domingo, num show que com certeza, será lindo.

Cachalote Fuzz

A banda de neo psicodelia Cachalote Fuzz, de Uberlândia, lançou seu primeiro EP em março pelo selo mineiro Cena Cerrado Discos, com produção de Felipe Maciel (Porão Estúdio) em parceria com Tagore Suassuna e João Felipe Cavalcanti (Tagore-PE), e masterizado por Rafael Vaz (Casa Verde Estúdio).

"Brazilian Toys" tem seis faixas e traz um grande passeio à psicodelia, rodeado de grandes influências da música brasileira, mas não esquecendo das riquezas da música criada em solo mineiro, de onde surgiu. O EP fez a banda rodar por vários estados em 2017 e agora preparam seu primeiro full album, que será lançado no primeiro semestre do ano que vem.

DJ Ávner

DJ, produtor e agitador cultural com uma trajetória de tirar o chapéu, Ávner Andrade será o responsável por botar as bolachas pra rodar. Vai ser uma bala atrás da outra.

Um dos principais djs da cidade, que está junto ao selo Roça Records, aos mcs do Udischool e ao rapper Vaine, já tocou em vários festivais do país, como Mineiro Beat (MG), Timbre (MG) e Bananada (GO).

Adriana Francisco

Faltou o samba nessa programação né?

Então lá vai: a Adriana Francisco, de Ibiporã (PR), radicada em Araguari (MG) leva ao terreirão neste domingo seu excelente samba de raíz, pra todo mundo dançar até a sandália gastar.

Uma das maiores vozes da região no gênero, ela traz várias surpresas pra este domingo!